MENU

A FEIRA

Poço das Antas é um município brasileiro de origem alemã.  Sua população estimada em 2018 é de 2094 habitantes.

História:

O município foi criado pela lei n° 8.630 de 12 de maio de 1988, desmembrando-se de Salvador do Sul. As primeiras famílias que se estabeleceram no local eram de origem alemã provindas de São Sebastião do Caí, Estrela e São Leopoldo. Através de grupos folclóricos de canto e dança, tais famílias mantiveram vivas suas tradições.

A respeito da origem do nome, contam os moradores que, antigamente, antas viviam nos morros e, habitualmente, satisfaziam a sede no poço do arroio; daí a denominação de Poço das Antas.

Geografia:

O município está situado em uma região montanhosa com terreno acidentado em forma de vale, cortado pelo arroio Poço das Antas e pelo arroio Boa Vista. Faz divisa com os municípios de Brochier, Teutônia, Barão, Salvador do Sul e Marata.

O município tem seu acesso pela RS-419.

Possui diversas cascatas, vegetação abundante e, inclusive, uma gruta de índios.

Economia:

Desde o início, a agropecuária foi o grande destaque da colônia de Poço das Antas, sendo o milho o principal produto para o consumo próprio e para a comercialização. Outros produtos, como: feijão, cana-de-açúcar e mandioca, também são cultivados. Aos poucos, surgiram pequenas indústrias, como moinhos, serrarias, curtume, queijo, banha e mandolate. Atualmente, sobressaem a produção de carvão e a criação de frangos de corte.